Páginas

domingo, 21 de dezembro de 2008

LOIRA BURRA É COISA DO PASSADO.

Segundo os estudiosos o mito LOIRA BURRA surgiu com Marilyn Monroe, no filme "Os Homens Preferem as Loiras", em 1953 o filme é baseado em um romance homônimo, escrito pela norte-americana Anita Loos, cujo enredo e oriundo de uma situação vivida pela citada escritora. Narra a escritora, que foi numa viagem que teve a idéia, porquanto, ela, morena, arrastava as malas sem comover a ala masculina, uma loira ao seu lado era paparicada por todos os marmanjos. Hoje o estereótipo é alimentado, em grande parte, pelos homens. Assim, conclui-se que o mito é uma espécie de vingança das morenas. Mas, se fosse mais que um mito e as oxigenadas realmente fossem todas burras, a solução para o problema estaria dentro de um salão de beleza. A promessa de cura está estampada numa faixa de propaganda de um salão de beleza, que tive a oportunidade fotografar numa das viagens que fiz ao interior do meu estado. Assim, sem mais delongas, para loira burra a solução é a escova inteligente.
Leia mais a respeito do mito:

2 comentários:

  1. Tenho uma amiga que fez essa escova, ela é loira, e ainda por cima é minha professora, acho q esse pruduto funciona!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. A opção por tingir os cabelos, por si, já é uma opção infeliz (sinceramente... prefiro a cor natural, seja ela qual for). Mas, burrice tem pouco haver com cor do cabelo (ou da tintura). Talvez haja uma relação longínqua... se pensarmos que uma pessoa muito vaidosa (em relação a aparência) perde muito tempo se embelezando (ou tentando) e não investe tempo suficiente na busca de conhecimento.
    Nunca houveram louras burras. O que existem são pessoas burras, não importa a cor do cabelo (ou da tintura).
    Jaques Sanders

    ResponderExcluir