Páginas

terça-feira, 17 de agosto de 2010

ADVOGANDO EM CAUSA PRÓPRIA.


Origem: (http://diariodeumadvogadocriminalista.wordpress.com)

Um homem foi apresentado perante o juiz e acusado por ter feito sexo com um cadáver feminino.

Disse o juiz: Em 20 anos de magistratura, nunca ouvi uma coisa tão nojenta e imoral. Dê-me uma única razão para eu não pô-lo na cadeia!

Respondeu o preso: - Vou lhe dar não uma, mas TRÊS boas razões
1º) Não é da sua conta;
2º) Ela era minha esposa; e,
3º) Eu NÃO SABIA que ela estava morta; ela SEMPRE agia assim!
Juiz: ABSOLVIDO!

Um comentário: